Buscar
  • estarcomunicacao

Medo do Escuro

MC Rebecca e Manaia se juntam contra a violência doméstica e lançam música nesta sexta, 17


De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, sete em cada dez vítimas do feminicídio são mortas em casa. Isso quer dizer que, durante esta quarentena, permanecer no próprio lar não representa total segurança às mulheres. A prova é o número de ligações recebidas pela Central de Atendimento à Mulher, que subiu 9% no mês de março.

Assim, no dia 17 de abril, as cantoras MC Rebecca e Manaia se juntam para lançar a música-denúncia “Medo do Escuro”. A canção é uma forma que as duas artistas encontraram para incentivar o grito de muitas mulheres caladas durante este período de isolamento.


A letra, escrita por Manaia, Arthur Marques e King, consegue fazer isso de maneira muito delicada. Sem usar palavras diretamente ligadas ao problema da violência doméstica, a força da canção vem também graças ao clipe, ambientado em uma casa totalmente destruída. O projeto audiovisual inteiro chegará às casas como um sopro de esperança: “Agora eu quero falar / e todo mundo vai ouvir / Não tenho medo, / não tenho medo / vocês não vão nos oprimir”.


Manaia e MC Rebecca juntaram as suas bandeiras para dar mais peso à denúncia. “Medo do Escuro” é uma música que defende a força e a liberdade de expressão da mulher - questões que a funkeira sempre levantou em sua carreira. Só que, agora, ela canta em um tom muito mais grave e versa como uma rapper.


O assunto já foi abordado por MC Rebecca em outra situação, quando a cantora foi protagonista da série “Cleo On Demand” - projeto audiovisual idealizado pela atriz e cantora Cleo, que reflete sobre o feminicídio e a cultura machista da sociedade brasileira. “Medo do Escuro” fará parte da trilha sonora de um dos episódios desse trabalho, lançados no canal do IGTV da CLEO.



LETRA:

Meu destino eu faço

Luto o acaso

Nada vai me parar

Não tenho medo do escuro

Não tenho medo do escuro


Cada dia mais forte

Sempre pro norte

Minha voz vai guiar

Não tenho medo do escuro

Não tenho medo do escuro


Acendo a luz

E deixa eu te contar mina

Minha menina

Parece sem fim de tanto que complica

De sobrenome acidente

Semente de um breve amor

Primeiro nome inconsequente

Sinônimo fraqueza

Futuro incerteza

Nunca suficiente

Não importa sua beleza

Não importa sua cabeça

Nem sua natureza

Tem que fazer melhor

Mesmo sem ter certeza


Nada vai me parar

Fui feita pra voar

Não vem me segurar

Pode até tentar


Meu destino eu faço

Luto o acaso

Nada vai me parar

Não tenho medo do escuro

Não tenho medo do escuro




Cada dia mais forte

Sempre pro norte

Minha voz vai guiar

Não tenho medo do escuro

Não tenho medo do escuro


Embora tenha sido um pouco cansativo

Cheguei e nem to pensando em ir embora

Olha pro espelho

Sei que é maior que esse pesadelo

(2x)

Nada vai me parar

Fui feita pra voar

Não vem me Segurar

Pode até tentar


Meu destino eu faço

Luto o acaso

Nada vai me parar

Não tenho medo do escuro

Não tenho medo do escuro


Cada dia mais forte

Sempre pro norte

Minha voz vai guiar

Não tenho medo do escuro

Não tenho medo do escuro


Agora eu quero falar

e todo mundo vai ouvir

Não tenho medo,

não tenho medo

vcs não vão nos oprimir.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo