Buscar
  • estarcomunicacao

Bianca Andrade

A mulher do futuro; e do presente



Quando tudo era mato no mundo digital, uma garota de 16 anos de idade, nascida no Complexo da Maré, comunidade do Rio de Janeiro, postava os primeiros tutoriais de maquiagem no YouTube. Diferente do rádio e da televisão, que só permitem comunicação de forma unilateral, ela cresceu na internet – um lugar onde o diálogo com o público é instantâneo. Por isso, hoje, nove anos após o seu primeiro vídeo, a artista se tornou influencer, apresentadora e empresária. Ao mesmo tempo que ensinava, aprendia. E se destacou em multi-telas sendo ela mesma: a Bianca Andrade.


Tudo começou em 2011, quando escrevia sobre maquiagem ainda no Orkut. Migrou para o blog, mas, como era difícil dar dicas de beleza só com palavras, ela atendeu aos pedidos e criou também o canal audiovisual “Boca Rosa”. Em dois dias, foram mais de mil visualizações no seu primeiro tutorial do Youtube. A jovem de batom rosa se tornara sucesso entre seus vizinhos e amigos da escola.


Em 2012, os jornais locais davam destaque à menina que se aventurava na incipiente internet. E, um ano depois, em janeiro de 2013, Bianca já estava tomando um café da manhã ao lado da apresentadora Ana Maria Braga, no programa “Mais Você”. Foi a primeira vez que uma influenciadora foi entrevistada pela veterana. Louro José até brincou: “você fala, ein, Bianca”. A mídia tradicional ainda estava entendendo o que aquela menina representava no mundo digital.


Desde esse dia, não cessaram os convites para entrevistas, capas de revistas e presença em grandes eventos. A cada passo que ela dava na carreira online, o offline lhe dava reconhecimento e importância. Ela fez aparições em clipes, como “Crush Blogueirinha”, do cantor Léo Santana, comerciais, como da marca Niely, e Vivo, junto com a cantora Ivete Sangalo. Entre 2016 e 2017, Bianca foi colunista do programa “É de Casa” da TV Globo, retomando o hábito de compartilhar suas dicas sobre maquiagem. Enquanto isso, gravava com grandes artistas em seu canal, como o cantor internacional J Balvin, e foi a primeira youtuber escolhida por Luan Santana para dar uma entrevista.


No ano seguinte, provou sua influência no mundo real quando lotou teatros do país inteiro com o espetáculo Boca Rosa – A Peça. Atriz por formação, Bianca dividiu com o público as experiências que mudaram a sua vida e levaram a menina de origem humilde ao boom midiático. Mais recentemente, no cinema, ainda interpretou a professora Fátima, no filme “Ela disse, Ele disse, contracenando com a atriz Maísa. O Reconhecimento também veio através de grandes nomeações. Bianca entrou na lista da Forbes entre os brasileiros de sucesso abaixo dos 30 e foi uma das ganhadoras do prêmio Geração Glamour, categoria YouTubers brasileiras, sendo capa da edição. Também foi convidada para apresentar o influency.me, a maior premiação de influenciadores do Brasil.


Em 2018, Bianca lançou sua própria marca de maquiagem em parceria com a Payot, a “Boca Rosa Beauty by Payot”. Assim como fazia no início da carreira, ela compartilhava, através das redes sociais, como utilizar todos os seus produtos, dando dicas para aproveitá-los da melhor maneira. Bia esteve envolvida em todo o processo até o lançamento, desde a embalagem, composição, até a definição do tom de voz da marca, com a escolha das hashtags e nomes dos produtos. A influencer também lançou uma linha de cabelo, em parceria com a Cadiveu, a "Boca Rosa Hair". E seu sucesso digital também lhe dava engajamento real, com esgotamento das vendas em apenas três horas. Dentre outros projetos, Bia lançou uma linha de semijoias, com a marca Francisca Joias, seu perfume, com a marca Jequiti, e uma colab, com a marca de roupas Aquamar. Ela também apresentou sua primeira coleção de bolsas em um desfile, em parceria com a Birô.


Em 2020, Bianca Andrade foi convidada para participar da vigésima edição do Big Brother Brasil. A participação impulsionou a venda da sua linha de maquiagem para o triplo do faturamento. “Consegui o que eu queria” conta a empresária. O vestido que usou na final do programa esgotou em menos de 24h no site da marca Kaoli. E os stories que fez quando saiu do programa de televisão chegou a bater 6 milhões de visualizações. Bianca Andrade representa a linguagem, o comportamento e o novo jeito de consumir do século XXI.


Com 15,7 milhões de seguidores no Instagram e 6 milhões de inscritos em seu canal no Youtube, Bianca Andrade se tornou um símbolo feminino da internet. Foi porta-voz de um movimento de influencers que ainda estava crescendo no Brasil, e conseguiu aproveitar todas as portas que lhe abriram naquele momento.


Depois de ficar um ano e meio sem publicar no Youtube, plataforma onde Bianca consolidou sua influência nas redes, ela voltou este ano com seu próprio programa, o "Boca a Boca". A primeira e a segunda temporada foram ao vivo, feitas dentro da sua própria casa. Já na terceira, o programa foi gravado em um estúdio em São Paulo. O Boca a Boca é um programa de entretenimento em que ela recebe convidados e mostra um pouco mais de si e levanta debates que estão sendo comentados no mundo. Os números revelam o sucesso do programa. Todos os episódios entraram em alta no YouTube e também no trending topics no Twitter Brasil e Global.


No auge da sua carreira e radiante com a sua vida pessoal, Bianca descobriu uma nova faceta de si mesma no último semestre de 2020: a de mãe. O baby Cris, fruto da relação com o apresentador, influenciador e youtuber Fred, nasceu em 15 de julho de 2021 e trouxe muita alegria para a família. O chá de revelação foi feito no Maracanã, todo na cor lilás, representando a fusão entre os clássicos rosa e azul, cores normalmente usadas nesse tipo de evento. O lilás é a cor favorita do casal, que decidiu usá-la, também, para fugir dos estereótipos de gênero. Assim, eles dão a Cris, de forma simbólica, um dos presentes mais especiais que os pais podem dar: a liberdade. Durante a gravidez, sendo a mulher-potência que sempre foi, Bianca lançou vários produtos da Boca Rosa Beauty, fez diversas campanhas e até foi destaque na Forbes Brasil, pois a sua marca faturou mais de 120 milhões de reais no ano de 2020.


Se tudo na vida de Bianca Andrade se torna imediatamente público, há quem ache que conhece bem a carioca nascida e criada na Maré. Mas a compulsão por presença que a mídia digital produz não esgota o fôlego dessa mulher para pensar no futuro. A Boca Rosa não dá ponto sem nó. Tudo está conectado.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo